New Year's Eve Mode



Desejo a todos vós 
que já sabem um pouco mais de mim, 
que partilharam comigo vários momentos do vosso precioso tempo, 
que me fizeram rir e emocionar,
que me fizeram sentir mais feliz e mais acompanhada pelo vosso carinho e atenção,
que 2012 seja o ANO!!!

Que seja o ANO de todas as oportunidades e desafios!
Que seja o ANO da diversão, de rir a bom rir!
Que seja o ANO de amor, de paz, de serenidade, de luz interior!
Porque mesmo que o novo ano não nos traga coisas novas, sempre podemos (e é precisamente a única mudança que está ao nosso alcance) ter uma nova visão de Nós, dos Outros e da Vida!

Sejam felizes e façam o resto do mundo feliz!
Um beijo enorme a tod@s!   

E agora, vou ali divertir-me muitooooo e já venho!!!

Asma, a quanto obrigas...


Sou asmática há quase 20 anos.
Nos últimos anos, felizmente, as idas nocturnas ao hospital têm sido escassas, mas alturas houve em que os dedos das mãos não chegavam para as contar.
No meu caso, a medicação diária é fundamental (2 aerossóis + 2 comprimidos) para poder ter mais qualidade de vida. Ainda assim, os vários humores de cada estação do ano não ajudam, a falta de descanso não ajuda, as montanhas russas da vida em nada ajudam....
Nesses momentos, há que atacar com algo mais forte. Cortisona, sem ser em aerossol.
E assim me encontro desde há uns quantos dias para cá. Com um cansaço imenso, pieira, dificuldade em respirar e um humor de cão... 

I ♥ Cats #3


Bicharoco curioso e atrevido, adoro-te!!!!
O teu olhar vivaço, cativa-me!
A tua independência, delicia-me!
O teu ronronar, enternece-me!

Teaser Tuesdays #9

O Teaser Tuesdays é uma rubrica semanal organizada pelo blog Should Be Reading.

As regras são:
  • Pegar no livro que estamos a ler
  • Abrir numa página ao acaso
  • Partilhar duas frases dessa página. Atenção para não incluir Spoilers!
  • Partilhar o título e o autor do livro, para que os outros participantes o possam adicionar às suas listas TBR (To Be Read). 


Estou a adorar esta leitura! 
Fascina-me a forma como Carlos Ruiz Zafón brinca com as palavras e as suas estórias envoltas no nevoeiro do mistério, como tão bem já nos habituou.


O Teaser Tuesdays desta semana é:



"Ao sinal, puxámos ambos com força e a lona deslizou como o véu de uma noiva. Quando a nuvem de pó se espalhou na brisa, a ténue luz que se filtrava por entre o arvoredo revelou uma visão."


p. 88, Marina, de Carlos Ruiz Zafón

Resultado | Passatempo de Natal

Aconteceu
Muito obrigada a todos os que participaram no passatempo realizado em parceria com a autora Paula Trigo, que gentilmente vai oferecer um exemplar autografado do seu livro Aconteceu.


Tivemos 93 participações, o que para primeiro passatempo do blog foi EXCELENTE! Contudo, e de acordo com os critérios previamente estipulados, foram validadas 80 participações.

As respostas correctas às perguntas eram:
1. "Aconteceu" é o Sétimo romance da autora Paula Trigo a ser editado.*
2. Tifanny precisa de dinheiro para a operação da mãe. Verdadeiro
3. Qual a data de nascimento da autora Paula Trigo? 12-02-1962

*Uma vez que a 1ª pergunta gerou algumas dúvidas e a resposta não era totalmente clara, no blog da autora Paula Trigo, foram validadas todas as respostas dadas.

E, sem mais demoras, anuncio que a vencedora do passatempo, seleccionada através do Random.org, é:

44. Raquel Alexandra Lima (Pedrinhas), de Guimarães!  

Muitos Parabéns, Raquel! 
Vai ser contactada por email e o livro será enviado directamente pela autora!

PDI

Ontem, durante o almoço de Natal, e a propósito dos excessos alimentares cometidos nestas alturas festivas, foi-se falando das várias maleitas que assolam as paragens de alguns dos convivas.

Alguém mencinou o PDI que, por si só, ajuda a que as ditas maleitas se instalem.

O meu sogro, com a doce ingenuidade que o caracteriza, aprontou-se logo a dizer: "Sim, sim, PDI, os problemas derivados à idade"!!!!

Hilariante, e doce, muito doce!!!!

O presente para ele

Yep it’s decided, I’m getting sushi tonight

Um workshop para depois podermos fazer cá em casa estas deliciosas iguarias!
Pronto, ok, ok, não é um presente propriamente altruísta, mas, em tempos de crise, há que aproveitar estes 2 em 1!

Nota - Ele não costuma vir aqui, caso contrário não seria assim tão explícita!

Escrever


Nasci numa família de homens ligados à escrita e à comunicação.
O meu avô paterno e o meu pai.
O meu avô participou dos primórdios da Emissora Nacional de Radiodifusão.
O meu pai foi jornalista num conhecido matutino dos anos 80.
Desde sempre que sinto o apelo da leitura. Mas o gosto pela escrita é muito, muito recente. 
Escrevo sem qualquer pretensão de escrever muito bem ou de ser muito criativa ou divertida ou outra qualquer coisa. 
Escrevo porque me dá prazer, porque gosto de tentar pôr por palavras aquilo que sinto. E, cada vez mais, sinto necessidade de escrever.
Os homens da minha família ligados à escrita e à comunicação já não estão entre nós. Portanto, escrever é certamente a melhor homenagem que lhes poderia fazer e relativamente à qual eles ficariam decerto orgulhosos.

Teaser Tuesdays #8


O Teaser Tuesdays é uma rubrica semanal organizada pelo blog Should Be Reading.

As regras são:
  • Pegar no livro que estamos a ler
  • Abrir numa página ao acaso
  • Partilhar duas frases dessa página. Atenção para não incluir Spoilers!
  • Partilhar o título e o autor do livro, para que os outros participantes o possam adicionar às suas listas TBR (To Be Read). 

Estando prestes a terminar o belíssimo"Siddhartha" de Hermann Hesse (faltam-me 6 páginas), avanço já para o próximo na pilha dos livros a ler. Assim, o Teaser Tuesdays desta semana é:



"Marina dirigiu-me um olhar nervoso e aproximou-se para me sussurrar qualquer coisa ao ouvido. Senti os seus lábios roçar-me a orelha e uma centopeia com patinhas de fogo começou a dançar o samba na minha nuca."



p. 36, Marina, de Carlos Ruiz Zafón

Eu bem que precisava de um clone, mas...


  • Não sou muito organizada...
  • Não preparo nada de véspera...
  • Demoro 500 anos de manhã a olhar para o roupeiro!
Portanto, havia de ser bonito, havia...

Coffee please...


Com as tarefas que tenho para fazer hoje, preciso de café às litradas!
Quanto a amar-te mais do que a esta bebida que adoro, nem comento ;)

Contar até 100, mas ao contrário...


Ter de fazer aquilo em que não acreditamos e com o qual nem concordamos, é uma merda!
Não me identifico nada com isto, colide até com quem sou, com aquilo que sei e com o que considero que posso fazer (bem). 
O que nos permitem fazer, aquilo que esperam de nós, não acrescenta valor nenhum, não é mais valia para ninguém. 
E o que fazer? 
Infelizmente, neste momento, não tenho Plano B, nem C.
Resta-me "respirar"!

Hoje ficava assim...


Hoje ficava assim
Eu e tu
Enrolados num abraço
Presos num beijo
Perdidos num olhar
Alheados do mundo e da vida

Hoje ficava assim
Aninhada no teu colo
Encostada ao teu ombro
A ver o dia a passar
A ver a noite a cair

Hoje ficava assim
Em silêncio
Porque o olhar diz tudo
Porque os sentidos nos guiam

Hoje ficava assim
No nosso ninho
Na penumbra
No calor doce e morno
No tempo parado
Para sempre juntos

Hoje ficava assim

E ontem, foi assim...


O B R I G A D A  a todos os que fizeram o meu dia mais colorido e feliz!!
Estão no meu coração!

*Um especial agradecimento à priminha que me presenteou com esta imagem linda, linda ;)

Passatempo de Natal

Estou tão contente por poder anunciar o primeiro passatempo do blog!!! E ainda por cima de livros!!

Assim sendo, o blog Conversas ao Fim da Tarde, em parceria com a autora Paula Trigo da Editora Bubok (às quais agradeço, desde já, toda a disponibilidade e colaboração), tem para oferecer um exemplar autografado do livro Aconteceu.
Para poderes participar e tentar ganhar este belo presente de Natal, terás de ser seguidor do blog, responder acertadamente a todas as questões do formulário e respeitar as regras de participação.

Aconteceu

Sinopse:
Tifanny precisa de dinheiro para a operação da mãe. Sem alternativas, vai acabar por fazer uma loucura ao responder aquele anuncio e casando-se com um homem  que não conhece.

Algumas das respostas podem ser encontradas aqui e aqui.

Regras do passatempo:
-O passatempo começa hoje, dia 13 de Dezembro de 2011, e termina às 23.59h do dia 24 de Dezembro de 2011;
-O participante vencedor será escolhido aleatoriamente através do random.org;
-O vencedor será contactado via e-mail e o livro será directamente enviado pela autora;
-Apenas poderão participar residentes em Portugal e só será permitida uma participação por nome/residência.

Boa sorte aos participantes :)


PASSATEMPO TERMINADO

Cheira a bolo quente

witanddelight:

hand drawn typography
(via LA CUCINA Reproduction From Original Illustration by anek on Etsy)
| Daqui |

A cozinha cá de casa é piccola, piccola, mas torna-se enorme quando o cheiro do bolo que está no forno invade o resto da casa...
E ontem foi isso que aconteceu!

Dear Santa...


Quem já escreveu a cartinha o Pai Natal?

Tirando o que peço para mim e para os meus (muitaaaa saúde, porque tudo o resto vem por acréscimo), e para o mundo (muitaaa Paz), a minha inclui livros, livros e mais livros!

Pronto, pronto, Pai Natal, pode ser só um livrinho, porque imagino que a troika também tenha chegado ao Pólo Norte!

Mas está tudo doido?!?

O simplex é fantástico!
Emissão do Cartão de Cidadão agendada ü
Dose dupla (eu e o pimpolho) despachados de uma vez só, sem filas, nem esperas ü

Até aqui tudo bem, agora o telefonema que recebi quando já ia a caminho da escolinha do piolho não lembra o Diabo!
- "D. Sunshine, desculpe incomodar, mas fala da conservatória do registo civil onde esteve."
- "Sim, diga, esqueci-me de alguma coisa?"
- "Será que a Sra. não levou inadvertidamente junto com os papéis que lhe dei, um envelope branco?"
- "Não, trouxe apenas as quatro folhas que me deu. Os dois comprovativos da emissão do cartão de cidadão e os dois recibos de pagamento!"
- "Sim, mas podia ter levado, por engano, um envelope que estava em cima da secretária..."
- "Não, trouxe apenas aquilo que a Sra. me deu e com deve imaginar não ia mexer, nem tão pouco trazer outros documentos."
- "Desculpe, D. Sunshine é que esse envelope tinha o dinheiro e não o encontro. E deixei-no na secretária enquanto fui tirar a fotocópia do seu bilhete de identidade..."
- "Esta situação é extremamente desagradável e já lhe disse que não trouxe nada que não me pertencesse!"
- "Muito bem, peço desculpa e obrigada..."

HELLOOOO!!!!! Só faltou a dita funcionária chamar-me de ladra com as letras todas ou é impressão minha?!?!?!? Agora é assim que os serviços públicos tratam os cidadãos cumpridores?? Mas por quem me tomam???

Pior que estragada, dei meia volta e regressei ao dito serviço para esclarecer o assunto! Mal avistei a funcionária perguntei-lhe se já tinha encontrado o envelope e SIM, tinha encontrado! Pediu desculpa pela situação, mas lá diz o ditado e eu também: "Quem não se sente, não é filho de boa gente".
Só foi "pena" a senhora não me contactado de imediato assim que encontrou o raio do envelope, com a mesma pressa que teve para lançar suspeições sobre a minha pessoa!!! Segundo o que me disse, ia finalizar o atendimento que estava a fazer, para depois então me contactar.

Sugestão minha: Se já não sabe onde coloca as coisas, das duas uma: mude de óculos ou faça rapidamente um despiste da doença de Alzheimer!!! 

E não, não fiz reclamação por escrito... Mas devia ter feito!

Teaser Tuesdays #7


O Teaser Tuesdays é uma rubrica semanal organizada pelo blog Should Be Reading.

As regras são:
  • Pegar no livro que estamos a ler
  • Abrir numa página ao acaso
  • Partilhar duas frases dessa página. Atenção para não incluir Spoilers!
  • Partilhar o título e o autor do livro, para que os outros participantes o possam adicionar às suas listas TBR (To Be Read). 

As múltiplas tarefas em mãos não têm permitido grandes avanços nesta leitura
Para para vos aguçar o apetite, o Teaser Tuesdays desta semana é:


"Era belo e agradável andar assim pelo mundo, tão inocente, tão desperto, tão aberto ao que nos rodeia, tão sem desconfianças. O sol queimava a pele de modo diferente, as sombras da floresta refrescavam de forma diferente, o regato e a cisterna, a abóbora e a banana tinham um sabor diferente."


p. 54, Siddhartha, de Hermann Hesse

Somewhere over the rainbow


Durante a viagem de carro de regresso a casa, após as fantásticas mini-férias, o pimpolho brincava com um carro, sobre o qual se abatia uma chuvada. Conversando com os seus próprios botões, dizia que não podia estar a chover com o sol que nos brindava lá fora.
Expliquei-lhe que sim, que não só era possível, como ainda que esses dois factores conjugados nos podiam proporcionar o lindo fenómeno que é o Arco-Iris.
E quando lhe contei que onde termina o arco-iris está um pote de ouro escondido por um duende, as dúvidas começaram a fervilhar naquela cabecinha de 5 anos.
Fez-me prometer que, na próxima aparição do arco-iris, sairiamos de imediato em busca do dito pote, concluindo o tema com: "Oh mãe, isso é um tipo de geocaching, não é?"

Move on


Apercebo-me que, em meu redor, existem pessoas muito amarguradas. Magoadas pela vida, pelos acontecimentos, pelas pessoas. Que parecem ter já deixado de acreditar que é possível ser feliz, colocando os pressupostos da felicidade nos outros e não dentro de si próprios.
Entristece-me ver isto. Perceber que os próprios colocam em si amarras e não se permitem sequer acreditar que é possível ser feliz.
Todos nós, sem excepção, já teremos passado por coisas más, já teremos sentido que a vida não tem sido justa, já teremos experimentado na pele as desilusões por que algumas pessoas nos fazem passar.
 
Mas então o que nos faz continuar?
O que nos pode fazer continuar a viver em detrimento de meramente sobreviver?
 
Para mim, é acalentar a esperança e a fé no ser humano. Ter plena consciência de que existem pessoas mal intencionadas, mas muitas mais que agem de boa fé, são solidárias, tem valores sociais e morais sólidos, são íntegras. E eu acredito mesmo que isto é verdade. Se assim não fosse, muitas coisas na minha vida não fariam sentido.
 
Agora, sem dúvida que, se tivemos as nossas mãos cheias de coisas más, temos primeiro de nos desfazer delas, para podermos agarrar em coisas boas.   

A Dangerous Method


Como já tinha referido aqui, a vontade de ver este filme era imensa.
E a expectativa elevadíssima pelo tema, trazia consigo alguma possibilidade de decepção.

Entretanto, o acaso e a sorte fizeram com que ontem fossemos em bando (6) assistir à Antestreia.
E eu, que me tinha deitado às duas da manhã desse dia e ainda tinha um compromisso de formação às 23.30h, pensei que talvez não me fosse aguentar durante a sessão de cinema. Ainda bem que me enganei...

Em traços largos, o filme retrata a relação entre Freud e Jung, os precursores da Psicanálise, a aproximação e afastamento entre mentor e aprendiz. E, ao contrário daquilo que imaginei, os holofotes estão virados para Jung, o que me surpreendeu bastante pela positiva.
  
O filme superou as minhas expectativas em quase todos os aspectos.
O encanto dos filmes de época, as imagens belíssimas da Suiça e da Áustria, uma banda sonora suave e eficaz no acompanhamento da imagem, contrapondo com alguma crueza nos conteúdos associados à teoria psicossexual do desenvolvimento da personalidade, à ética e deontologia, e até à própria condição humana dos psicoterapeutas, suas fragilidades e incongruências.
Fascinou-me ver o consultório de Freud, observar o setting psicoterapêutico, ver os primórdios da "talking cure", da associação livre, da interpretação dos sonhos.

O desempenho dos actores é marcante, o filme é visualmente e auditivamente bonito, o conteúdo extremamente interessante. Adorei!

"Sometimes you have to do something unforgivable just to be able to go on living"