O que dizer quando se está sem palavras?

A minha filha nasceu!
Chegou com os primeiros dias de Novembro, com as cores douradas do Outono e o com o sol ainda brilhante e quente.
Estamos perdidamente apaixonados, derretidos, com o peito a transbordar de amor. E ver o entusiasmo, a preocupação e a interação (possível) do irmão com a pequerrucha faz-nos sentir duplamente apaixonados e derretidos.
Não apetece fazer mais nada senão passar o dia a olhá-la, namorá-la, fotografá-la, ver em detalhe toda a sua perfeição, nutri-la de afeto e carinho, adormecê-la, acalmá-la, cantar-lhe, eternizar para sempre este momento.
E é assim que tenho passado estes dias, com um sentir enorme aqui dentro, pelo enorme amor que nos trouxe, mas também pela enorme responsabilidade que é educar uma criança. Porque a vida muda, de facto, quando um filho nasce. E muda para melhor, para muito melhor.
E por isso, o que dizer ou escrever quando se está sem palavras?! Nada, absolutamente nada.
Há apenas que levantar as mãos ao céu e AGRADECER à maravilhosa mãe natureza por este enorme milagre que é a vida!

Este é, sem dúvida, um Momento Limetree’!

7 comentários:

  1. Que esse novo ser vos traga a imensa felicidade.

    ResponderEliminar
  2. Que maravilha! Fica-se extasiado e sem palavras. Boa continuação.

    ResponderEliminar
  3. Acredito que deve ser quase mágico mesmo!

    ResponderEliminar
  4. parabéns duplos...pelo blog e pelo anjinho :-)

    ResponderEliminar
  5. A princesa nasceu!
    Muitas felicidades!
    Bjinhos

    ResponderEliminar